Área de Clientes
Oferecemos serviços que correspondam às expectativas da dimensão das necessidades dos nossos clientes.
Notícias
Famílias da UE desperdiçam mais de 17 milhões de toneladas de frutas e legumes frescos por ano
desperdício de frutas e legumes
Ler mais...
Microplásticos contaminam bivalves no Estuário do Tejo

Microplásticos no Estuário do Tejo 

O Estuário do Tejo está cheio de micropartículas plásticas. Este é o resultado de um novo estudo liderado pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa que encontrou grandes quantidades de fibras artificiais nos lodos do estuário. (Clicar na imagem)

 


Ler mais...
Alimentos vendidos em restaurantes têm de informar sobre o risco de alergias, assim como todos o não pré-embalados.

 Como é sabido, pelo reg.1169/2011 de 25 de Outubro, é obrigatório os alimentos não pré-embalados terem indicação das substâncias na sua composição que podem causar alergias ou intolerâncias. Este regulamento entrou em vigor a esta parte em Dezembro de 2014.

Esta regra aplica-se a "géneros alimentícios não pré- embalados", ou seja, todos aqueles que são apresentados para venda ao consumidor final ou aos restaurantes e cantinas sem acondicionamento prévio, os alimentos fornecidos por restaurantes e cantinas, os pré-embalados no proprio estabelecimento para venda directa e os embalados no ponto de venda a pedido do comprador.


Ler mais...
Famílias da UE desperdiçam mais de 17 milhões de toneladas de frutas e legumes frescos por ano
desperdício de frutas e legumes
Ler mais...
Microplásticos contaminam bivalves no Estuário do Tejo

Microplásticos no Estuário do Tejo 

O Estuário do Tejo está cheio de micropartículas plásticas. Este é o resultado de um novo estudo liderado pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa que encontrou grandes quantidades de fibras artificiais nos lodos do estuário. (Clicar na imagem)

 


Ler mais...
Alimentos vendidos em restaurantes têm de informar sobre o risco de alergias, assim como todos o não pré-embalados.

 Como é sabido, pelo reg.1169/2011 de 25 de Outubro, é obrigatório os alimentos não pré-embalados terem indicação das substâncias na sua composição que podem causar alergias ou intolerâncias. Este regulamento entrou em vigor a esta parte em Dezembro de 2014.

Esta regra aplica-se a "géneros alimentícios não pré- embalados", ou seja, todos aqueles que são apresentados para venda ao consumidor final ou aos restaurantes e cantinas sem acondicionamento prévio, os alimentos fornecidos por restaurantes e cantinas, os pré-embalados no proprio estabelecimento para venda directa e os embalados no ponto de venda a pedido do comprador.


Ler mais...
Links
» Autoridade de Segurança Alimentar e Económica

» EFSA - European Food Safety Authority

» Diário da República Electrónico

» Eur-Lex - Legislação Comunitária

» Direcção Geral de Veterinária

» Direcção-Geral do Emprego e das Relações de Trabalho

» Direcção-Geral das Pescas e Aquicultura

» Gabinete de Planeamento e Política Agro-Alimentar

» Instituto Português da Qualidade

» Instituto Português Acreditação IPAC

» Autoridade para as Condições de Trabalho

» Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos

» Instituto do Emprego e Formação Profissional

» Instituto do Consumidor

» Associação Nacional de Empresas de Segurança Alimentar

» Codex Alimentarius

» FAO - Organização da Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura